domingo, 29 de janeiro de 2017

Os três pontos chave para um relacionamento com Deus



No capítulo 29 de Jeremias, “o profeta das lágrimas”, é descrita uma carta redigida pelo próprio profeta enviada aos israelitas cativos na Babilônia. Em sua carta Jeremias revela ao povo tudo o que veio da boca de Deus para com eles.

Deus anima-os, diz a todos para viverem nessa terra como se fosse seu habitat natural. Mas que não era para se entregar ao pecado, adorando a deuses estranhos, adulterando ou praticando qualquer outro tipo de pecado.

Foi o próprio Deus que havia permitido que aquele povo fosse transportado para a Babilônia, Deus deixou bem claro a Jeremias que aquele povo iria passar exatos 70 anos, mas que passados esse 70 anos de sofrimento eles seriam visitados por Deus e que Deus iria cumprir as promessas dele feitas aquele povo.

Mas nessa ministração quero focar os versículos 11, 12 e 13 do capítulo 29 de Jeremias.

Foi Deus que permitiu a ida daquele povo para a Babilônia. Correto? Sim. Apesar de a situação ser bastante dolorida e de talvez acharmos que Deus foi mau com aquele povo, na verdade Deus queria mostrar algo maior para eles, queria ensina-los. No versículo 11 Deus deixa claro que ele sabe os pensamentos que ele tem ao nosso respeito, são pensamentos de bem e não de mal. Isso é a realidade do relacionamento de Deus para conosco, às vezes achamos que Deus permite certas situações contrárias nas nossas vidas porque ele é mau, um tirano ou porque quer nos punir. No entanto, nossas mentes jamais alcançará a grandeza do amor e cuidado que Deus tem para conosco, jamais iremos entender os pensamentos de Deus, pois os pensamentos dele são maiores do que os nossos e seus caminhos melhores do que os nossos.

No versículo 12 Deus diz que se invocarmos e orarmos a ele seremos ouvidos por ele. Mais adiante no versículo 13 Deus diz que se o buscarmos o acharemos, mas de todo o nosso coração.

Há momentos em que o crente busca a Deus incessantemente, mas não recebe uma resposta se quer ou não vê resultado de suas orações. Está faltando algo? Sim, buscar a Deus de todo o coração. Deus não rejeita e jamais rejeitará um coração sincero, contrito e quebrantado em sua presença. A nossa oração deve ser levada a Deus com sinceridade, humildade e organização. Como estamos orando? De forma correta? Estamos sendo sinceros em nossas orações. Talvez estamos na mesma fase em que aquele povo estava, talvez estamos na Babilônia, mas estamos orando ou a situação contrária tem nos feito esmorecer? Será que estamos aproveitando está empreitada na Babilônia para se entregar aos prazeres da carne? Estamos aproveitando desta situação para dizer que Deus nos esqueceu e estamos alimentando os nossos pecados?

Agora me lembrei daqueles moços, que estavam na Babilônia foram desafiados, mas não negaram ao seu Deus, não se curvaram diante do pecado, mas enfrentaram uma fornalha de fogo aquecida sete vezes mais do que o normal. Eles foram fieis até o fim. E nós? Estamos sendo fiéis em meio a Babilônia. Ainda estamos falando com Deus de todo o nosso coração, ou o meu e o teu pecado tem impedido isso. Será que estamos alimentando a nossa carne na Babilônica, comendo dos manjares que a nós são oferecidos. Ou nós negamos a tentação de satisfazer a nossa carne?

Devemos pedir um coração puro a Deus e um espirito reto, assim como fez o salmista Davi, que em meio a sua podridão ainda assim preferiu a presença do Espírito Santo de Deus, reconheceu que sem a Presença não era nada e assim somos nós. Talvez agora estejamos na Babilônia, mas passado o nosso tempo nela, vamos sair de cabeça erguida, louvando ao nome do Senhor, sabendo que vencemos mesmo sendo rodeados por pecado.

Três pontos chave nesses três versículos

Vers. 11 – Os pensamentos de Deus a nosso respeito são pensamentos de bem e não de mal;
Vers. 12 – Quando invocarmos e orarmos a Deus ele irá nos ouvir;
Vers. 13 – Quando buscarmos ao Senhor o acharemos. Mas isso só acontecerá quando o buscarmos de todo o nosso coração;


O reconhecimento do nosso Deus muda nosso relacionamento com Ele!

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Descanse, confie e espere.


Sabe aqueles dias de guerra, de lutas espirituais? Dias em que a alma grita por ajuda? Dias em que só precisamos de um abraço e mais nada. Que palavras não confortam? Esses são um dos piores momentos da vida de um ser humano, principalmente quando a luta é espiritual. O que fazer com inimigos que não podemos apalpar? Nesses dias até orar se torna difícil, ler a bíblia se torna escasso, não sabemos o que fazer. Na verdade sabemos, mas não temos forças para tomar uma atitude. Mas a final, o que fazer?

Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” 1 Pedro 5:7

Só conseguiremos vencer quando entregarmos o controle de nossas vidas nas mãos de Deus, mas é o total controle. Tem como entregar algo ainda segurando? Obviamente que não. Entregar é confiar, submeter-se, render-se, é dar, é abrir mão. Devemos deixar que Deus cuide das nossas vidas, dos nossos anseios, dos nossos problemas. Precisamos deixar o orgulho de lado e abrir mão da nossa vida, entregando-a a Ele.

Por isso Pedro diz para lançarmos sobre Ele (Jesus) a nossa ansiedade. Ansiedade nada mais é do que um estado psíquico de apreensão ou medo provocado pela antecipação de uma situação desagradável ou perigosa. Devemos expulsar a ansiedade das nossas vidas e confiar que Deus está cuidando de nós, o futuro só a Deus pertence. Quando confiamos em Deus automaticamente estamos lançando sobre ele a nossa ansiedade. Não há lugar para preocupações.

O presbítero Pedro ainda diz no mesmo versículo o porquê devemos lançar a nossa ansiedade sobre Jesus, simplesmente porque ele tem cuidado das nossas vidas. Sabe os momentos que eu descrevi no inicio deste post? Deus tem zelado pela tua vida nesses momentos também. Você não está só. Nesse exato momento você pode se sentir como em países desolados, em terra seca, mas lembre-se que Jesus é a água da vida e fará brotar mananciais de águas vivas nesse deserto.

Descanse. Confie. Espere.

Que a paz que excede todo o entendimento permaneça dentro de você!

Por: Mayra Lins

Significado de ansiedade fonte: significados.com.br/ansiedade/

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Mudanças no Blog


A paz queridos!

Nessa postagem quero anunciar a todos a mudança do nome do nosso blog, que agora passará a ser “A busca pela Fé” e o porquê resolvi fazer está alteração.

A ideia inicial do blog era fazer postagens direcionas somente ao público adolescente cristão, realmente eu amo falar aos jovens, mas Deus me fez enxergar que está no momento de ir além e não mais alcançar os jovens e adolescentes, mas alcançar outras esferas que também precisam ler essas postagens, que também precisam ser instruídas.

A partir de hoje se você encontrar por aqui postagens para pessoas casadas, ou mães e pais não estranhem, eu simplesmente estou cumprindo algo que Deus gerou ao meu coração. Jesus nunca se limitou a um determinado grupo da sociedade, devo imita-lo.

Continue ligadinho em nossas postagens e que a paz que excede todo o entendimento permaneça dentro de você!

Por: Mayra Lins

quarta-feira, 29 de junho de 2016

É leve... É momentâneo...


Antes mesmo de nascermos nossa história já estava escrita. Deus traçou planos para todos nós, somente coisas boas. No entanto, vivendo em um mundo que jaz no maligno, somos expostos a todo o tipo de tribulação e sofrimento. No decorrer de nossas vidas todos nós, sem exceção, passamos por momentos difíceis, de necessidades, opressão e desamor, mas de uma coisa podemos ter certeza, em todos estes momentos Deus está conosco transformando nossas tristezas em alegrias.

Em 2 Coríntios capítulo 4 versículo 17, o apostolo Paulo deixa claro a todos nós que as tribulações são para o nosso crescimento espiritual “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente.”

Mas por que o apostolo se refere à tribulação como sendo leve e momentânea? Porque quando estamos na presença do Altíssimo não somos nós que lutamos e sim o nosso Deus, isso quando entregamos o controle da situação em suas mãos, por consequência não sentimos o peso da tribulação e sim o peso da glória de Deus. É Ele quem peleja pelas nossas vidas (Êxodo 14:14). Paulo diz também que a tribulação é momentânea, isso porque PASSAR é diferente de FICAR, os filhos de Deus não ficam nas provas, eles só passam por elas.

Nossa leve e momentânea tribulação produz um peso sobre nós, mas este peso a qual é referido neste versículo é diferente, é um peso de glória eterno. A palavra glória, segundo a bíblia, significa exaltação ou poder de Deus, sendo assim podemos entender que as tribulações são para que o poder e a exaltação de Deus se manifestem em nossas vidas eternamente.

Entenda que, seja qual for a tribulação que você esteja passando há um Deus que é amor e alívio. Nele você encontrará descanso e vencerá todas as adversidades. Os problemas não são para nos destruir, mas sim para que a glória de Deus seja revelada através de nossas vidas. O que estamos passando nesse exato momento não se compara com a glória que em nós há de ser revelada (Romanos 8:18). Lembre-se que suas dores e angústias são leves e momentâneas. Você vencerá.

Que a paz que excede todo o entendimento permaneça dentro de você!

#ConferênciaNovoEntendimento dia 05 de Julho.


By: Mayra Lins

segunda-feira, 27 de junho de 2016

A Espiritualidade


A espiritualidade nos leva a desenvolver intimidade com Deus através do Espírito Santo. O Santo Espírito faz com que possamos compreender as Escrituras Sagradas. E com isso somos guiados a caminhos totalmente diferentes dos que costumamos caminhar, conhecemos outras formas de viver com Deus. Somos distanciados das coisas vãs desse mundo e elevados aos céus todos os dias. Automaticamente não somos apegados mais aos bens que há no mundo, pois estamos abraçados pelo Espírito Santo e nossa alma está protegida.

As obras espirituais somente são compreendidas por quem é espiritual, pois quem é espiritual anda e tem dentro de si o Espírito Santo de Deus que ilumina o nosso entendimento para que possamos entender as obras dos céus.

Quem é espiritual tem a mente de Cristo, ou seja, pensa igualmente a Cristo. Ele ama somente a Deus, ama o que Deus ama e se aborrece com o que aborrece a Deus. A santidade está em primeiro plano em sua vida, ele ama a palavra de Deus, ele entende o que ninguém mais consegue entender, pois tem uma ligação direta com o Pai, há renúncia em suas atitudes e amor em tudo o que faz. O crente que pensa igualmente a Cristo tem automaticamente dentro de si o DNA da realeza divina, pois ele é chamado de filho por Deus por conta de sua obediência a seu Pai Celestial.

Em 1 Coríntios 2:9 o apostolo Paulo diz “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o ama.” O sentido é que nós não conhecemos absolutamente nada do que Deus tem para a vida daqueles que o amam, tudo o que vem de Deus é soberano, sua grandeza  é infinita e maior do que possamos imaginar, não há verbo que defina seu grande e terno amor. Tudo o que vem de Deus é sublime.

No entanto, no versículo seguinte de 1 Coríntios 2, o apostolo diz “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas ainda as profundezas de Deus.” Sim, é possível conhecer a soberania de Deus através de seu Espírito Santo. Creio que todos nós só revelamos nossos segredos para quem temos intimidade, assim é com Deus, ele só revela seus grandes e misteriosos segredos com quem tem intimidade com ele.

A espiritualidade gera intimidade com Deus!

By: Mayra Lins

Queridos, não esquecendo que dia 05 de julho  temos um encontro marcado na Conferência Novo Entendimento. Deus quer te ensinar algo, não fique de fora. Um abraço!

segunda-feira, 20 de junho de 2016

#02 - Falando de Música 🎶

E este post falando de música vai pra você que adora poesia e uma boa melodia. Ela tem uma voz doce, seu estilo mistura folk, raggae, blues e pop que a faz única e faz de poesias canções. Já sabe quem é? A cantora Macela Taís claro, que uniu em suas músicas duas de suas maiores paixões e está influenciando positivamente muitos jovens do Brasil e do mundo. A cantora que também é compositora faz parte da nova geração de cantores da música cristã brasileira que está conquistando seu espaço e trazendo um novo olhar sobre a adoração a Deus aos jovens.

Marcela Taís aborda em suas canções temas como amor, família, Deus, céus, autoestima tudo isso em tom de poesia. São músicas edificantes que nos faz refletir.

Uma das músicas que adoro ouvir é "Moderno a Moda Antiga". Música tema do seu último CD lançado, que defende os valores das famílias, defende a vida, os bons costumes, defende o amor e a fé. E ressalta que tudo o que vivemos é passageiro, e nos indaga o que iremos deixar aqui quando voltarmos para o Pai. Ouça abaixo:


                                          
                                 Moderno a Moda Antiga – Marcela Taís


Falar em Marcela Taís também é falar em estilo peculiar. Suas roupas são extremamente estilosas, simplesmente linda. Veja abaixo:











Este post dedico a minha amiga Nathalia Brozeghini, com amor
By: Mayra Lins


quarta-feira, 15 de junho de 2016

O "não" de Deus


Desde sempre entendemos que a palavra NÃO é sinônima de algo negativo, algo contrário, sinônimo de rejeição. Já a palavra sim na maioria das vezes é recebida com alegria e positividade.

Mas quero desmascarar um rótulo, uma fantasia que o homem criou.

A palavra NÃO, diferentemente do que a maioria das pessoas pensa, pode fazer bem. Ouvi-la, inicialmente, pode soar como algo ruim, mas ela tem um efeito positivo dependendo do momento em que ela é lançada.

E há um NÃO muito especial, aquele que sai da boca de Deus. Um pai deve saber a hora de dizer não para seus filhos e nosso Pai Eterno sempre sabe a hora certa de nos dizer não.

As vezes queremos muito algo, e pedimos muito a Deus, insistimos muito e simplesmente ouvimos um NÃO. Desde então ficamos entristecidos e achamos que Deus não nos ama. Mas ao contrário do que pensamos o não de Deus é, na verdade, uma prova de que ele nos AMA muito.

Quem ama diz não também. Com certeza a resposta negativa de Deus já nos livrou de poucas e boas, já nos deu muitos livramentos.

Quando aceitamos o NÃO de Deus automaticamente estamos reconhecendo a sua paternidade sobre as nossas vidas. Aceitando a vontade de Deus, estamos reconhecendo seu grande amor e cuidado para conosco. Consequentemente não somos bastardos, somos filhos.

Lembre-se, nem sempre Deus irá nos dar o que queremos, ele sempre vai nos dar o que necessitamos.


CONFERÊNCIA NOVO ENTENDIMENTO

Amados, quero convida-los para a 1ª Conferência Novo Entendimento, será dia 5 de Julho às 19h, na Estrada do Tambory nº 143 – Vila Mercedes – Carapicuíba/SP. Eu estarei lá comentando um pouco sobre este blog que eu acredito que está abençoando muitas vidas. Você é o meu convidado especial! Estaremos quebrando os paradigmas impostos pela religião e levantando os conceitos do Reino de Deus. Não fique de fora! Um abraço ...

#ConferênciaNovoEntendimento


By: Mayra Lins